Mais um ano de estudos em 2019

25.1.19 Renata Carvalho 0 Comments


Em novembro de 2017 eu fiz um post aqui no blog onde eu contava que tinha decidido voltar a estudar. Pretendia passar o ano de 2018 realmente focada porque no final do ano eu queria prestar Enem e Fuvest pra tentar entrar na USP e começar a cursar Biblioteconomia. Esse post você confere AQUI.

Daí em janeiro de 2018 eu fiz um outro post com algumas metas que eu queria atingir para aquele ano, e algumas delas que tinham a ver com estudos e provas eram:

     • Criar uma rotina de estudos e estudar para valer através de cursinhos online.
     • Entrar na Etec, no curso de Produção de Áudio e Vídeo.
     • Prestar Etec.
     • Prestar Enem.
     • Prestar Fuvest.

Esse post você confere AQUI.

E por fim, em março de 2018, fiz mais um post falando que tinha sim assinado dois cursinhos online e que foi dada a largada no meu primeiro ano de estudos como vestibulanda. Falei das dificuldades em realmente me dedicar porque eu procrastino muito porque não estou acostumada com essa rotina, que estava perdida, mas que tentava me apoiar em outras pessoas no Facebook que também estavam no mesmo barco que eu, além de outros métodos que agregassem aos meus estudos. Esse post também você confere AQUI.

Agora vamos aos fatos: não rolou.


A verdade é que eu não levei a sério, não me dediquei como deveria, deixei a preguiça me dominar, tinha vontade de chorar por não focar no que deveria, joguei dinheiro sim no lixo porque não estudei de fato pelos cursinhos online, não me cobrei, deixei a vida me levar.

Me inscrevi sim para o Enem e para a Fuvest, fui fazer as provas, mas não é nenhuma surpresa eu não ter passado. Foi mais dinheiro jogado fora (o das inscrições) e tempo desperdiçado.

A nota do Enem veio baixa e na Fuvest eu não passei para a 2ª fase por causa de dois pontos. Tudo isso era previsível, não estava surpresa, mas mesmo assim não deixei de me decepcionar comigo mesma. Fiquei triste e bastante ansiosa, queria correr atrás do prejuízo imediatamente, voltar a estudar logo no dia seguinte após ter visto que não passei na Fuvest, minha cabeça ficou uma confusão, fiquei perdida sem saber o que fazer, por onde começar, o que fazer. É desesperador esse sentimento.

Decidi então parar, respirar fundo, me acalmar e pensar na situação toda de forma lógica.

Não adiantava chorar sob o leite derramado, agora já foi, não passei, mas bola pra frente, agora era me dedicar mais do que nunca aos estudos para não ter que passar por isso novamente e ser minha culpa.


Primeiro decidi curtir meu tempo livre, férias e viagens com minha família nos meses de dezembro e janeiro, colocar minhas séries em dia (não consegui, mas tudo bem), cuidar mais de mim mesma e não me preocupar com os outros (também estava precisando disso), acalmar a minha mente e, daí sim, pensar no meu primeiro passo para esse ano de 2019.

Continuo decidida a prestar novamente Enem e Fuvest no final desse ano de 2019, então esse ano eu vou me dedicar SIM aos estudos, eu gostando disso ou não. Assinei novamente mais um ano de cursinho no Descomplica (todas as matérias) e no Ferretto (que é apenas matemática que tenho mais dificuldade).

Do Descomplica assinei o plano mais básico que eles oferecem, que é o Enem Extensivo 2019. Tudo bem que a minha meta era entrar na USP, mas achei melhor ir com calma, conhecer e me adaptar à plataforma, aos professores, aos exercícios, à nova rotina.


Eu olhei o cronograma de estudos que o Descomplica disponibiliza com aulas de manhã e de noite. Resolvi começar fazendo testes:

A primeira semana de estudos vou assistir apenas as aulas da manhã. E na segunda semana vou assistir apenas as aulas da noite. É tudo a mesma coisa, aulas de manhã e de noite, mas eu pretendo avaliar quais professores eu gosto mais, consigo aprender e entender mais, e também qual horário eu gosto mais para estudar, se é de manhã ou de noite, e a partir disso tudo montar meu próprio cronograma de estudos, de acordo com a minha rotina e disponibilidade. O mês de fevereiro será inicialmente um mês de testes, descobrir com quais professores e qual horário eu vou me adaptar melhor, mas claro, isso tudo sem deixar de estudar, fazer minhas anotações, exercícios e revisões.


Boa sorte pra mim. Mas eu estou decidida a dessa vez fazer dar certo. Claro que foi triste pra mim não ter passado no vestibular no final do ano passado, mas pelo menos foi o incentivo que eu precisava pra acordar pra vida, parar de enrolar e realmente me dedicar aos estudos. Procuro ver o lado bom de tudo, haha.

Eu continuo usando meu antigo fichário e folhas que sobraram da época da escola, que eu guardei por todos esses anos, e olha que eu me formei em 2008! :O Algumas canetas também são dessa época, já outras comprei novas.

Enfim, vamos ver se “agora vai”, espero que sim. Talvez eu volte ao longo do ano para contar como está sendo essa nova rotina, torçam por mim!




Em novembro de 2017 eu fiz um post aqui no blog onde eu contava que tinha decidido voltar a estudar. Pretendia passar o ano de 2018 realm...

0 comentários: