Bridgerton

11.1.21 Renata Carvalho 0 Comments


Gênero: Drama, Romance, Romance de Época | Duração: 57-72 minutos | Criação: Chris Van Dusen | Baseado em: The Bridgerton, de Julia Quinn | País de Origem: Estados Unidos | Emissora: Netflix | Ano: 2020-presente | Temporadas: 1 | Episódios: 8 | Status: Em andamento

__________

Resumo:


Bridgerton é uma série da Netflix, criada por Chris Van Dusen e produzida por Shonda Rhimes, baseada na série de livros “Os Bridgertons”, da escritora Julia Quinn.

A série apresenta o mundo sensual, luxuoso e competitivo da alta sociedade de Londres do século XIX. A família Bridgerton, composta por oito irmãos e pela matriarca Violet, se esforça para lidar com o mercado de casamentos, os bailes suntuosos de Mayfair e os palácios aristocráticos de Park Lane.

Cada irmão irá passar por intrigas e fofocas da sociedade enquanto buscam o amor, ou então nem buscam, mas acabam se deparando com ele de tal forma que não conseguem resistir. Tudo regado a uma misteriosa escritora que abala a alta sociedade com sua coluna de fofocas, Lady Whistledown.

__________



Resenha:


Eu sou muito suspeita para falar dessa série porque li os livros da Julia Quinn pela primeira vez em 2015 e me apaixonei perdidamente, desde então virei uma grande fã. A resenha de todos os livros você encontra no blog AQUI. Sendo assim, imagina a felicidade e ansiedade que senti quando a Netflix anunciou que iria adaptar a série (!), que teria produção da Shonda Rhimes (!!), e ninguém menos do que a Julie Andrews no elenco (!!!).

Toda a estética é incrível, com cenários maravilhosos (palácios suntuosos e carruagens finas) e um figurino perfeito, todo colorido ou delicado de cores neutras quando precisa ser. Os penteados e perucas são um show a parte, não tem como não ficar admirando de queixo caído. E a trilha sonora é perfeita, com hits pops adaptados para “clássicos” ao som de muito violino e piano.

Eu também amei demais a diversidade, com atores negros sendo não apenas figurantes ou do elenco de apoio, mas também protagonistas e em papéis de destaque. Foi uma mudança maravilhosa daquilo que estávamos acostumados a ver e, particularmente, maçante, que seria apenas atores brancos. Por isso que adorei que foi a Shonda que resolveu produzir a série, é muito a cara dela trazer coisas diferentes e pouco exploradas nas produções televisivas.

Eu havia ficado muito na dúvida de como eles adaptariam para a televisão as cenas de sexo, que nos livros são muito descritivas e reais, hahaha. Tinha até ficado com receio de que eles fizessem algo leve para que a classificação indicativa ficasse baixa, mas felizmente isso não aconteceu. A série faz muito jus aos livros, com um tom sensual, muito marcante e de muito bom gosto que nos deixa maravilhados, sem precisar ser um pornô +18, haha.



__________

1ª temporada:
A apresentação na série de toda a família Bridgerton e da alta sociedade foi um momento muito emocionante para os fãs dos livros, que finalmente viram os personagens ganharem vida. Simon e Daphne também são um casal muito apaixonantes e perfeitos juntos, e foi divertido vê-los lutar contra esse sentimento e perder totalmente. Dá pra notar que tem muita química entre os atores, o que consegue nos convencer e arrancar suspiros. Os outros personagens também não ficam de fora, com suas tramas em menor escala, mas que serviram pra nos deixar curiosos e ansiosos pelas temporadas deles próprios.


Leia também as resenhas de todos os livros Bridgertons, da Julia Quinn:





Gênero: Drama, Romance, Romance de Época | Duração: 57-72 minutos | Criação: Chris Van Dusen | Baseado em: The Bridgerton , de Julia Qui...

0 comentários: