Mais um ano na BGS 2019

15.10.19 Renata Carvalho 0 Comments



Aparentemente a Brasil Game Show (BGS) se tornou um dos meus eventos favoritos, visto que eu não conseguia me controlar de ansiedade e já estava atenta para quando abrissem as inscrições para credenciamento de imprensa conforme o evento se aproximava. Consegui me inscrever, fui aprovada e parti para o segundo ano consecutivo do Livro de Memórias na BGS.

Essa foi a 12ª edição do evento, em 2019. Aconteceu no Expo Center Norte e como sempre utilizei o ônibus gratuito que a BGS disponibiliza para o público que vai ao evento, ele parte e depois retorna ao Terminal Rodoviário Tietê, em São Paulo.

Foram cinco dias de evento, de 09 (quarta) a 13/10 (domingo), sendo o primeiro dia apenas para VIPs e Imprensa, que é sempre mais vazio para andar com calma, conhecer, fotografar, testar os jogos. De todos os dias, o único que eu não fui era de quinta, porque todos os outros lá estava eu batendo cartão no evento.



Apesar de games não ser exatamente o maior foco do blog e eu entender pouco do assunto, ainda assim é sempre divertido visitar todos os estandes, interagir e participar dos desafios, ganhar brindes, ver as pessoas jogando e se empolgando, assistir algumas entrevistas e bate-papos, ver os campeonatos rolando e o público indo ao delírio, é muito contagiante.

Como sempre sábado é o dia mais lotado com todos os ingressos esgotados, difícil de andar por lá, mas também é o dia que tem mais atrações, várias rolando ao mesmo tempo, e você fica perdido tentando se decidir aonde ir primeiro, haha.



Muitos cosplayers também homenageando personagens de tudo quanto é tipo de jogo, série, filme, enfim, da cultura pop. Eu sempre fico impressionada com o quanto o pessoal é criativo, eles levam muito a sério, fazem um investimento enorme de tempo e dinheiro nos looks pra ficar o mais parecido possível com o personagem, não é a toa que fazem tanto sucesso no evento e tanta gente pede pra tirar foto com eles. E isso vale não apenas para pessoas que estejam sozinhas, mas também para casais, grupos de amigos e até mesmo família completa, com os pais e filhos entrando na onda, é muito legal de ver.



Também rolava Just Dance nos estandes e o pessoal super participava. Ao contrário do ano passado que fiquei só assistindo de longe passando vontade, dessa vez eu deixei a vergonha de lado, me enfiei no meio do povo e também me acabei de dançar muitoooo, sério eu saí pingando de suor de tanto que dancei, foi muito divertido, amo demais Just Dance, mesmo sendo muito desengonçada e errar os passos algumas vezes porque estava aprendendo, haha, mas o que importava era me divertir e isso eu estava conseguindo fazer.

Ainda não foi dessa vez que eu subi no palco, hahaha, quem sabe no ano que vem, mas calma vamos aos poucos, já foi um passo e tanto eu não ficar mais parada e ido dançar. E como sempre curti algumas das músicas que tocaram e já adicionei às minhas playlists do Spotify pra ficar ouvindo sempre e lembrando desse dia (e já sabendo a coreografia, haha).



Enfim, curti demais voltar lá, amo eventos nerds, tanta coisa nova e legal pra conhecer, tanta empolgação da galera, não tem como você não se sentir animado também, vale muito a pena conhecer não só para os viciados em games, mas também até mesmo pessoas que não conhecem muito, tipo eu, pra conhecer coisas novas e quem sabe se surpreender positivamente com algo.

O post que eu fiz no instagram contando do evento:




Para quem se interessou e também quer conhecer, já vai se preparando desde já para a BGS 2020!


Aparentemente a Brasil Game Show (BGS) se tornou um dos meus eventos favoritos, visto que eu não conseguia me controlar de ansiedade ...

0 comentários: