Se inspire no minimalismo para a decoração

22.7.21 Renata Carvalho 2 Comments


O minimalismo está super em alta hoje em dia, com um design simplista e de cores neutras – ou as vezes até sem cor nenhuma, – ele deixa o ambiente muito mais leve, simples e clean, ideal para se manter ainda mais relaxado no conforto do lar, após um dia intenso e corrido no trabalho ou estudos. Reduzir excessos e viver apenas com o que for essencial faz parte do movimento minimalista, que visa maior qualidade de vida.

Eu própria sou uma grande fã do minimalismo e tento incorporar na minha vida o máximo que eu puder. Mostrei no post Room Tour 2020 toda a decoração do meu quarto, no qual predominam as cores branco e cinza.

Se minimalismo é o que você procura para a sua casa, além de beleza, conforto e praticidade, vale muito a pena conhecer a Atelier Clássico onde você encontra uma bela mistura do antigo e moderno, mas sem deixar de ser clean. Vou mostrar alguns exemplos e inspirações:

__________




1. O ambiente todo branco e bem iluminado dá uma sensação de amplitude, nada apertado e desconfortável. Poucos elementos e só aqueles realmente necessários para o dia-a-dia. Desse jeito é muito mais fácil achar aquilo que precisa, sem perder tempo procurando.




2. Sou apaixonada por diversos tons de cinza não apenas na decoração, mas também na hora de montar um look. Ele combina muito bem com o branco e o preto e também traz a sensação de calmaria e sossego, perfeito para relaxar.




3. O design minimalista dessa poltrona é de encher os olhos de tão delicada. O tom de rosa pastel é perfeito para quem quer uma decoração mais romântica e meiga. Super discreta e sem ocupar muito espaço, mas essencial no ambiente.




4. Esse espelho também está bem em alta por seu estilo simples, porém belo. Combina com absolutamente qualquer ambiente (banheiro, sala, quarto...) e super prático, além de fácil instalação na parede.



5. Mais um exemplo de ambiente minimalista – com um toque industrial para quem curte – que é de agradar aos olhos. Sem nenhum elemento se destacando e chamando a atenção mais do que os outros, todos combinam entre si e trazem igualmente o propósito de praticidade e beleza para a sua casa.




6. Uma mesa de centro é peça coringa na sala de estar não apenas por agregar na decoração e deixar o ambiente ainda mais bonito e aconchegante, mas também por sua praticidade quando for necessário apoiar algo. Essa em particular é clean e combina com qualquer ambiente. Veja mais exemplos aqui: Mesas de centro.



7. Mesas de apoio também são essenciais tanto ao lado da cama para ser usada como mesa de cabeceira, como também em algum canto da sala de estar que esteja vazio, a fim de trazer requinte e charme para o ambiente. Um detalhe que faz toda a diferença na hora de decorar.




8. Banquetas são indispensáveis para quem tem uma bancada na cozinha, então o ideal é buscar uma que seja funcional como essa que é giratória, além de minimalista e moderna que se adequa a qualquer tipo de ambiente. Aqui você confere mais exemplos: Banquetas modernas.



9. Se peças clássicas é o que você procura, saiba que também é possível escolhe-las e continuar com seu ambiente minimalista. Esse sofá possui curvas e detalhes cheios de elegância e requinte, mas por ser branco, continua sendo clean.



10. E para fazer conjunto com o sofá, essa poltrona luxuosa e elegante que chama a atenção por si só apenas com sua beleza e sofisticação, e não com cores chamativas e gritantes, o que faz dela um ótimo item para um ambiente clean e minimalista, mas ao mesmo tempo clássico e cheio de requinte.




__________

É impossível não se apaixonar pelos móveis da Atelier Clássico, as ideias para transformar algum ambiente da nossa casa já começam a fervilhar só de passear pelo catálogo, não importa qual estilo você busca. Lá tem várias opções não apenas minimalista ou clássica, mas também anos 60, artesanais, industrial, rústico, vitorianos, dentre vários outros. Fica a indicação!






* Publicidade | * Fotos do Instagram da Atelier Clássico

O minimalismo está super em alta hoje em dia, com um design simplista e de cores neutras – ou as vezes até sem cor nenhuma, – ele deixa o a...

2 comentários:

Minissérie: O Gambito da Rainha

17.7.21 Renata Carvalho 4 Comments



Gênero: Drama | Duração: 46-67 minutos | Criação: Scott Frank, Allan Scott | Baseado em: The Queen’s Gambit, de Walter Tevis | País de Origem: Estados Unidos | Classificação indicativa: 16 anos | Emissora: Netflix | Ano: 2020 | Temporadas: 1 | Episódios: 7 | Status: Finalizado

__________

Resumo:


Ambientada nos anos 50 e 60, O Gambito da Rainha conta a história de Elizabeth (Beth) Harmon (Anya Taylor-Joy), uma garota que ficou órfã aos 9 anos, mas que durante sua estadia no orfanato, descobriu seu talento para o xadrez. Ao longo de sua trajetória, Beth luta contra vícios em drogas e álcool para se tornar a número 1 do mundo nesse jogo.

__________



Resenha:


Essa é uma minissérie que deu o que falar quando estreou na Netflix em novembro de 2020. Estava sendo bastante comentada e elogiada em toda parte, atiçando a minha curiosidade e me fazendo assistir logo. Eu gostei tanto que também recomendei para todo mundo que eu conhecia, minha família mesmo adorou. Série boa é assim: quando é o boca-a-boca que leva as pessoas a assistirem, bem mais do que as propagandas e comerciais.

Toda a ambientação, os personagens, as histórias, críticas sociais conseguem te prender e te levar a refletir sobre diversas coisas. O absurdo que era dar tranquilizante para as crianças nos orfanatos nos anos 50, e o que choca é que isso acontecia de verdade.



A Beth sendo tão nova e já sendo tão boa no xadrez, as suas jogadas precisas e certeira é uma coisa que deixa a gente de queixo caído. Sua carreira no xadrez decolando e ela começando a se tornar cada vez mais conhecida mundialmente, ao passo em que precisa lidar também com seus vícios que vão se agravando.

O final é daquele tipo que te deixa completamente tenso, tudo na vida da Beth levou àquele momento e você fica sem conseguir relaxar pra saber se ela vai conseguir conquistar o que quer ou não.



Assim como um monte de gente, a minissérie também me deixou com vontade de voltar a jogar xadrez. Eu aprendi com meus pais quando era criança e gosto demais, sou até um pouco competitiva e não entrego o jogo fácil, luto até o fim, haha, embora eu nem me compare à Beth.

Enfim, essa foi a melhor minissérie que assisti em 2020 como falei no post Melhores do Ano 2020. Ela também foi bastante aclamada e recebeu diversos prêmios e elogios em toda parte, incluindo o Globo de Ouro 2021 de Melhor Minissérie ou Filme Feito para TV, e Melhor Atriz em Minissérie para a Anya Taylor-Joy (Beth Harmon). Mais do que merecido!




Gênero: Drama | Duração: 46-67 minutos | Criação: Scott Frank, Allan Scott | Baseado em: The Queen’s Gambit , de Walter Tevis | País de ...

4 comentários:

Vencedores do Oscar de Melhor Filme

12.7.21 Renata Carvalho 6 Comments


Não sou nenhuma grande profissional e “entendedora” da indústria do cinema, sou apenas uma grande apreciadora. Amo assistir filmes desde que me entendo por gente, que vão desde aqueles antigos preto-e-branco e mudos, até os modernos cheios de efeitos especiais.

Também curto bastante assistir ao Oscar que todo ano premia os melhores filmes do ano, mesmo muitas vezes eu passando nervoso e discordando de algum ganhador injusto, hahaha.

Enfim, por conta disso tudo, resolvi criar aqui no blog esse projeto gigantesco que seria assistir todos os filmes que venceram a categoria de Melhor Filme do Oscar, desde que aconteceu a primeira cerimônia em 1929. Conforme eu for terminando de assistir todos os filmes de cada década, eu volto aqui pra fazer um post falando um pouco sobre cada um deles.

E essa é a lista de todos os vencedores:

__________

Década de 1930:

1929: Asas
1930: Melodia da Broadway
1931: Nada de Novo no Front
1932: Cimarron
1933: Grande Hotel
1934: Cavalgada
1935: Aconteceu Naquela Noite
1936: O Grande Motim
1937: Ziegfeld – O Criador de Estrelas
1938: Émile Zola
1939: Do Mundo Nada se Leva



Década de 1940

1940: ...E O Vento Levou
1941: Rebecca - A Mulher Inesquecível
1942: Como Era Verde o Meu Vale
1943: Rosa de Esperança
1944: Casablanca
1945: O Bom Pastor
1946: Farrapo Humano
1947: Os Melhores Anos de Nossas Vidas
1948: A Luz é Para Todos
1949: Hamlet



Década de 1950

1950: A Grande Ilusão
1951: A Malvada
1952: Sinfonia de Paris
1953: O Maior Espetáculo da Terra
1954: A Um Passo da Eternidade
1955: Sindicato de Ladrões
1956: Marty
1957: A Volta ao Mundo em 80 Dias
1958: A Ponte do Rio Kwai
1959: Gigi



Década de 1960

1960: Ben-Hur
1961: Se Meu Apartamento Falasse
1962: Amor, Sublime Amor
1963: Lawrence da Arábia
1964: As Aventuras de Tom Jones
1965: Minha Bela Dama
1966: A Noviça Rebelde
1967: O Homem que Não Vendeu sua Alma
1968: No Calor da Noite
1969: Oliver!



Década de 1970

1970: Perdidos na Noite
1971: Patton, Rebelde ou Herói?
1972: Operação França
1973: O Poderoso Chefão
1974: Golpe de Mestre
1975: O Poderoso Chefão: Parte 2
1976: Um Estranho no Ninho
1977: Rocky, um Lutador
1978: Noivo Neurótico, Noiva Nervosa
1979: O Franco-Atirador



Década de 1980

1980: Kramer vs. Kramer
1981: Gente como a Gente
1982: Carruagens de Fogo
1983: Gandhi
1984: Laços de Ternura
1985: Amadeus
1986: Entre Dois Amores
1987: Platoon
1988: O Último Imperador
1989: Rain Man



Década de 1990

1990: Conduzindo Miss Daisy
1991: Dança com Lobos
1992: O Silêncio dos Inocentes
1993: Os Imperdoáveis
1994: A Lista de Schindler
1995: Forrest Gump - O Contador de Histórias
1996: Coração Valente
1997: O Paciente Inglês
1998: Titanic
1999: Shakespeare Apaixonado



Década de 2000

2000: Beleza Americana
2001: Gladiador
2002: Uma Mente Brilhante
2003: Chicago
2004: O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei
2005: Menina de Ouro
2006: Crash - No Limite
2007: Os Infiltrados
2008: Onde os Fracos Não Têm Vez
2009: Quem Quer Ser Um Milionário?



Década de 2010

2010: Guerra ao Terror
2011: O Discurso do Rei
2012: O Artista
2013: Argo
2014: 12 Anos de Escravidão
2015: Birdman
2016: Spotlight: Segredos Revelados
2017: Moonlight: Sob a Luz do Luar
2018: A Forma da Água
2019: Green Book: O Guia



Década de 2020

2020: Parasita
2021: Nomadland



__________

Boa sorte pra mim e pra quem mais quiser embarcar nessa loucura, haha.


Não sou nenhuma grande profissional e “entendedora” da indústria do cinema, sou apenas uma grande apreciadora. Amo assistir filmes desde que...

6 comentários: