Série: The Big Bang Theory

13.9.21 Renata Carvalho 2 Comments



Gênero: Comédia | Duração: 18-22 minutos | Criação: Chuck Lorre, Bill Prady | Baseado em: – | País de Origem: Estados Unidos | Classificação indicativa: 12 anos | Emissora: CBS | Ano: 2007-2019 | Temporadas: 12 | Episódios: 279 | Status: Finalizado

__________

Resumo:


Leonard e Sheldon são físicos brilhantes que entendem como o universo funciona. Mas nada dessa inteligência os ajuda a interagir com as pessoas. Tudo isso muda quando uma bela jovem chamada Penny se muda para o apartamento ao lado. Sheldon contenta-se em passar as noites jogando com os amigos socialmente disfuncionais deles, os cientistas Howard e Raj. Mas Leonard vê em Penny todo um universo de possibilidades... incluindo o amor.

__________



Resenha:


The Big Bang Theory é uma daquelas sitcom (comédia de situação) que eu via passando aleatoriamente na televisão e assistia como quem não quer nada, já que eram episódios curtos e engraçados, e acabei me apaixonando. Então fiz questão de assistir desde o começo todas as 12 temporadas e fiquei com aquele vazio no peito quando terminou tudo.

Foi muito engraçado acompanhar a vida de quatro amigos nerds que são gênios da física, astronomia e engenharia, além da serem fãs e entenderem tudo sobre livros, filmes e séries da cultura pop, quadrinhos e super-heróis, porém se verem perdidos e confusos, sem saber como lidar, com a nova vizinha que se muda para o apartamento ao lado. O mundo dela é tão diferente e novo para eles, quanto o deles são pra ela, mas mesmo assim dali surge uma amizade longa e sincera.




Nós acompanhamos os personagens evoluindo e redescobrindo tanto o mundo quanto a si mesmos, além de situações engraçadas que passam por não conhecerem ou entenderem algo. O próprio Sheldon é o mais engraçado que nos presenteou com seu famoso bordão “Bazinga!” nas primeiras temporadas. Ele se acha o mais inteligente dos amigos, pregando peças que para ele são as mais engraçadas do mundo, e a gente acaba rindo não só das piadas, mas também do próprio Sheldon que é muito hilário.

Ao longo das temporadas, mais personagens foram adicionados como a Bernadete, a Amy e o Stuart, que ganharam bastante destaque. E várias celebridades fizeram participação especial na série como Bill Gates, Leonard Nimoy (intérprete do Spock, de Jornada nas Estrelas), Mark Hamill (intérprete de Luke Skywalker, de Star Wars), Christopher Lloyd (intérprete do Dr. Emmett Brown, de De Volta Para o Futuro), Sean Astin (intérprete do Sam, em O Senhor dos Anéis), Stan Lee, Stephen Hawking, dentre vários outros.




E uma curiosidade é que um professor de física e astronomia da Universidade da Califórnia, David Saltzberg, era quem costumava revisar os roteiros e fornecer diálogos, equações matemáticas e digramas para serem usados na série.

Enfim, para quem curte comédia com episódios curtos e é fã da cultura pop, The Big Bang Theory é um prato cheio. Ela se mantém incrível do começo ao fim, trazendo várias referências e homenagens. Foi muito bom enquanto durou e já faz parte das minhas séries favoritas.


Resenhas que já tinham sido feitas aqui no blog dessa série:


Gênero: Comédia | Duração: 18-22 minutos | Criação: Chuck Lorre, Bill Prady | Baseado em: – | País de Origem: Estados Unidos | Classifi...

2 comentários:

A Esperança – Suzanne Collins

6.9.21 Renata Carvalho 3 Comments

Trilogia: Jogos Vorazes #3

Título original: Mockingjay
Autor: Suzanne Collins
Editora: Rocco
Gênero: Ação, Aventura, Distopia, Ficção, Romance
Ano: 2011
Páginas: 424
Lido em: Setembro de 2012
Nota: 5 Estrelas | Favorito 

Sinopse: Depois de sobreviver duas vezes à crueldade de uma arena projetada para destruí-la, Katniss acreditava que não precisaria mais lutar. Mas as regras do jogo mudaram: com a chegada dos rebeldes do lendário Distrito 13, enfim é possível organizar uma resistência. Começou a revolução. A coragem de Katniss nos jogos fez nascer a esperança em um país disposto a fazer de tudo para se livrar da opressão. E agora, contra a própria vontade, ela precisa assumir seu lugar como símbolo da causa rebelde. Ela precisa virar o Tordo. O sucesso da revolução dependerá de Katniss aceitar ou não essa responsabilidade. Será que vale a pena colocar sua família em risco novamente? Será que as vidas de Peeta e Gale serão os tributos exigidos nessa nova guerra?

__________



A Esperança é o terceiro livro da trilogia, escrito por Suzanne Collins.

A nação de Panen está oficialmente em guerra civil. Vários rebeldes de todos os distritos estão se levantando contra a Capital, que tem revidado com muita violência, tortura e morte. Katniss foi resgatada pelos rebeldes e levada ao Distrito 13 (que havia sobrevivido ao bombardeio e estava escondido). Ele é governado pela presidente Alma Coin, que trabalha com os rebeldes para derrubar a Capital e quer que Katniss assuma seu papel como o Tordo para incentivar as pessoas a fazerem o mesmo e se libertarem do regime totalitário.

Apesar de ter consigo sua mãe, sua irmã Prim (ambas se tornaram médicas) e Gale, Katniss não consegue assumir seu papel como o Tordo porque ela está preocupada com Peeta que foi sequestrado pela Capital. Ele aparece na televisão pedindo para os levantes pararem (obrigado pelo Presidente Snow), e Katniss vê o quanto ele está sofrendo. Para não perder o símbolo da revolução, a Presidente Coin organiza um grupo para resgatar Peeta. Eles são bem sucedidos no resgate, porém Peeta sofreu uma lavagem cerebral e acredita que Katniss é a verdadeira inimiga, tentando matá-la. Diante dessa situação, Katniss se empenha mais do que nunca para fazer o Presidente Snow pagar pelo que fez a Peeta.

A partir daí, Katniss se reúne com outros rebeldes (Gale e Finnick inclusos) e saem pelos distritos para tentar tomar a Capital. Eles vão tanto precisar tomar cuidado com guardas que estão prontos para conter qualquer levante da população, quanto contar com a ajuda de vários partidários da revolução. E apesar de se concentrar o tempo todo na morte do Presidente Snow que colocará um fim nisso tudo, Katniss deve saber que nem todos ao seu lado querem o mesmo que ela.


A conclusão épica! Eu sempre tive receio de as conclusões não estarem à altura de alguma saga que vinha sendo muito boa, mas para meu alívio, A Esperança conseguiu fechar com chave de ouro essa trilogia de forma espetacular.

O livro é muito intenso, você se pega prendendo a respiração com os acontecimentos e bola inúmeras teorias do que vai acontecer, só pra errar todas e ficar feliz com isso, afinal somos surpreendidos o tempo inteiro com as reviravoltas. Muitas dúvidas são respondidas e tem muitas resoluções de coisas inacabadas.

A minha ÚNICA ressalva é com uma coisa que acontece no final do livro que deu a impressão de toda a jornada e todo o esforço da Katniss até aqui não ter servido pra nada, afinal acontece justamente o que ela queria evitar. Mas enfim, a trilogia inteira foi tão incrível que esse detalhe não chega a incomodar de fato e sou capaz de recomendar sem pensar duas vezes. Foi com certeza uma das melhores histórias que já li na vida!



The Hunger Games
1. The Hunger Games (2008) — Jogos Vorazes
2. Catching Fire (2009) — Em Chamas
3. Mockingjay (2010) — A Esperança



Trilogia: Jogos Vorazes #3 Título original: Mockingjay Autor: Suzanne Collins Editora: Rocco Gênero: Ação, Aventura, Distopia, Ficção, ...

3 comentários: