Conhecendo a capital do país: Brasília

27.7.22 Renata Carvalho 6 Comments


Em Julho de 2019, eu, minha mãe, meu tio e minha tia resolvemos fazer uma viagem de carro para conhecer Caldas Novas/GO. Porém, meu tio disse que ali estaríamos tão perto de Brasília, então por que não ir lá primeiro? Topamos, e assim, encaramos uma viagem de 14 horas de carro até a capital do nosso país.

Todas as fotos que tirei nessa viagem infelizmente estão na vertical porque eu tinha o objetivo de postar apenas nos Stories do Instagram, não aqui no blog. Mas ainda assim acho que é válido fazer esse post para contar como foi (3 anos depois) só pra reviver e recordar com saudades. Nessa época eu tinha 28 anos. E quero muito poder voltar para revisitar os pontos turísticas e conhecer tantos outros que ficaram de fora desse roteiro.

Foi a primeira vez que passei tanto tempo viajando de carro para algum lugar, 14 cansativas horas. Saímos de Guarulhos/SP às 5h da manhã e fomos chegar lá em Brasília às 19h da noite. Nós parávamos a cada duas horas em algum posto ou restaurante na estrada para poder esticar as pernas, ir ao banheiro e comer alguma coisa.

O lugar que nos hospedamos tinha café da manhã e uma vista linda. Era do sindicato que meu tio fazia parte e por isso ele tinha esse direito. Mas nosso objetivo mesmo era turistar o máximo que fosse possível.


PRIMEIRO DIA





Passamos pela Ponte Juscelino Kubitschek sob o Lago Paranoá e conhecemos o Museu Nacional da República Honestino Guimarães. Tinha uma exposição rolando lá dentro. E bem em frente fomos conhecer a Biblioteca Nacional de Brasília Leonel Brizola.

Andamos mais um pouco por lá e avistamos a Catedral Metropolitana de Brasília. Acho que essa foi uma das construções mais lindas que vi, ela é incrível por dentro.

Depois dali, a próxima construção era o Palácio Itamaraty. Muito bonito e gigantesco. Depois chegamos na Praça dos Três Poderes e também no Supremo Tribunal Federal. E por fim, no centro de tudo, tinha o Congresso Nacional Brasileiro.




Nós andamos bastante para conhecer todos esses lugares. Definitivamente Brasília não foi projetada para você passear a pé porque os lugares são muito espaçados uns dos outros e não tem faixa de pedestres, mas ainda assim nós queríamos conhecer desse jeito, e não dentro do carro. Foi bem cansativo, mas valeu a pena.

E era inegável que toda a arquitetura era espetacular, tudo extremamente grandioso e imponente, de encher os olhos. Foi muito bem planejada por Oscar Niemeyer, atendendo ao pedido do então presidente Juscelino Kubitschek, que queria entrar para a história como o presidente que levou a capital do país para o Centro-Oeste, em 1960. Ficou tudo muito bem desenvolvido. Só é uma pena que um lugar tão bonito como aquele esteja hoje sendo controlado por tantas pessoas que não prestam, mas enfim né, hahaha.



Fomos também conhecer o Memorial JK, onde conta um pouco a história dele e da esposa Sara, coisas que pertenceram a eles e onde descansam os restos mortais deles. Também tentamos conhecer o Memorial dos Povos Indígenas (mas estava fechado) e passeamos pela Praça dos Cristais.

Voltamos para a hospedagem exaustos depois de muito andar, tomamos banho e saímos para jantar no mesmo lugar que tínhamos almoçado e que adoramos, um restaurante chamado Traíra sem Espinha. Recomendo fortemente para quem for pra Brasília algum dia, a comida é muito boa e o lugar muito agradável.





SEGUNDO DIA


No segundo dia fomos conhecer mais pontos turísticos. Uma pena que na ocasião a Torre de TV estava fechada para reforma, então é mais um motivo para voltar lá e conhecer, haha. Mas fomos no Santuário Dom Bosco que é muito lindo por dentro, todas as paredes feitas de vitrais do chão ao teto.

Também fomos no Templo da Boa Vontade que é muito legal por dentro. Não entendo muito bem, mas tem uma espécie de caracol no chão no qual você anda por ele de fora para dentro e faz pedidos, e quando chega ao centro, você volta de dentro para fora agradecendo pelas coisas boas na sua vida, ou algo assim.




Fomos também no Espaço Cultural Renato Russo. Esperávamos uma espécie de museu, afinal ele veio de Brasília, mas não era o caso, só o lugar que levava o nome dele. Ainda assim toda a arte era bem bonita, valeu a pena para ver os grafites. Também demos uma passada no Templo Shin Budista da Terra Pura, como sempre para conhecer mesmo.

Ao final do dia, voltamos para a hospedagem para nos arrumarmos e de novo jantar no Traíra sem Espinha. Foi quando vi um dos pôr-do-sol mais lindos da minha vida e tenho as imagens para mostrar.




Eu amei demais conhecer Brasília nesses dois dias que ficamos por lá e voltaria com certeza, tanto para revisitar os lugares que já conheci, quanto conhecer outros novos. Depois dali nós fomos para Caldas Novas/GO, mas isso vai ficar para outro post!


Em Julho de 2019 , eu, minha mãe, meu tio e minha tia resolvemos fazer uma viagem de carro para conhecer Caldas Novas/GO. Porém, meu tio dis...

6 comentários:

  1. Oi Renata, tudo bem?
    Espero que você tenha gostado da visita. Eu moro em Brasília há 23 anos, e trabalho bem no centro mesmo. Já estou acostumada com tudo, mas sempre que vejo alguém falando daqui bate aquele quentinho de que eu moro em um lugar bonito e diferente.
    Abraços,
    AVA
    https://apenasava.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Ava! Que legal, não sabia que você mora em Brasília. Eu adorei conhecer e, pelo menos os lugares que andei, são bem iguais (construções grandes) e ao mesmo tempo diferentes (muito espaço) comparado a São Paulo que é onde moro. Foram essas percepções que tive e achei muito curioso e legal, haha.

      Beeeijos!

      Excluir
  2. Ameiiiii! amo quando faz posts assim, contando sobre uma viagem...dessa vez, me fez lembrar de quando também conheci Brasília. Eu só tinha 15 anos, mas lembro de me impressionar com a arquitetura e o fato de não ter lixos na rua hahahah parece uma cidade programada, como the sims.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito uma cidade programada, cada mínimo detalhe bem planejado, não nasceu de forma natural, mas não deixa de ser absurdamente impressionante haha

      Beijooos!

      Excluir
  3. Eu adoro essa arquitetura. E como é LINDA a catedral por dentro, acredita que eu ainda não tinha visto? E os vitrais do santuário? Belíssimos. Sem falar nesse pôr do sol cinematográfico. Muito obrigada por compartilhar essas fotos. ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por fora a gente acha que a catedral e o santuário são simples, mas quando vai conhecer por dentro... vem aquele baque de tão lindo e incrível que é, vc não espera, fiquei toda boba hahah E lindo o pôr do sol, né? Parece uma pintura!

      Beijão!

      Excluir

Obrigada pela visita! Não esqueça de deixar seu blog quando comentar para eu retribuir ♥