A primeira vez que fui na Brasil Game Show (BGS)

sábado, 20 de outubro de 2018


Foi totalmente por acaso que fiquei sabendo que a BGS abriu inscrição para credenciamento de imprensa, daí eu resolvi me inscrever como quem não quer nada, só pra ver no que iria dar. Para ser sincera, games nunca foi a minha área, não sou nenhuma grande fã ou “conhecedora” do assunto, costumo jogar pouca coisa, e também nunca falei sobre games aqui no blog, então eu tinha certeza que não seria aprovada, só pensei que seria bom passar por essa experiência nova e documentar tudo aqui no blog. Agora, imagina a minha surpresa quando recebi e-mail dizendo que fui sim aceita. Fiquei muito feliz pela oportunidade de abrir meu leque e explorar e conhecer coisas totalmente novas para mim, mal estava acreditando, haha.

Para quem não sabe (assim como eu também não sabia), a Brasil Game Show (ou BGS) é a maior feira de games da América Latina. Surgiu em 2009 no Rio de Janeiro, mas a partir de 2013 ela passou a ser realizada apenas em São Paulo.

Ela reúne as principais empresas do setor de games, anunciando novidades e jogos ainda nem lançados, e o público pode conferir em primeira mão o que vem por aí. Também são realizados campeonatos, concurso de cosplays, a presença de grandes personalidades do mundo dos games que os fãs podem conhecer pessoalmente, etc.


Eu fui pela primeira vez na vida agora em 2018, na 11ª edição. Acontece sempre no Expo Center Norte e utilizei o ônibus gratuito que a BGS disponibiliza para o público que vai no evento, partindo sempre do Terminal Rodoviário Tietê.

Foram cinco dias de evento, de 10 a 14/10, o primeiro dia era só para VIPs e Imprensa, daí claro que eu não pude deixar passar a oportunidade de conhecer a BGS com mais calma no primeiro dia que seria um pouco mais vazio. No total fui nos dias 10/10 (quarta-feira), 12/10 (sexta-feira) e 13/10 (sábado).

O evento estava bem lotado mesmo, principalmente no dia 13/10, que foi um sábado e teve todos os ingressos esgotados. Por vezes era difícil andar por lá, de tão abarrotado que estava, e muitas vezes tinha fila para tudo, algumas rápidas e outras demoradas, para quem queria conhecer os jogos, mas com relação a isso já estou acostumada, esses eventos de grande público são assim mesmo, o que demonstra o grande sucesso.


Achei o evento bem menor comparado com a Bienal do Livro, em um único dia você já conseguia visitar e conhecer todos os estandes se olhasse bem e não parasse, o que deve ser algo talvez proposital e já pensado mesmo, afinal não é todo mundo que consegue ir em mais de um dia do evento.

Vários dos jogos que tinha lá eu só tinha ouvido falar e conhecia mais ou menos, não sou a maior fã do mundo para jogar, porém adoro ver os outros jogando, me divirto bastante com isso, e foi o que eu fiz em vários momentos, sentei em algum lugar nas estações de games dos estantes e ficava só vendo as pessoas jogando, hehe.


Uma coisa que está em alta e que tinha bastante no evento, em toda parte, vários estandes, eram os Funko Pop. Se procurasse bem até que tinha alguns com preço razoável e que estava valendo a pena, uma pena que não comprei nada, mas queria. Ainda sonho em ter na minha estante de livros o Harry, Rony e Hermione.

Mas uma coisa que eu curti demais no evento foi ter visto o Leon e a Nilce pessoalmente pela primeira vez na vida lá no evento. Para quem não sabe, eles são dos canais Coisa de Nerd e Cadê a chave? do qual sou muito fã, não perco um só vídeo, adoro eles dois e já me programei para vê-los lá na BGS, quando eles anunciaram que iriam. Infelizmente só consegui ver de longe mesmo, não rolou nem foto (acho que eu teria chorado e desmaiado se tivesse chegado perto deles hahaha), mas quem sabe um dia.


Também tinha praça de alimentação lá no evento, os preços como sempre não lá muito baratos, mas já aceitei esse fato. Achei um cachorro-quente maravilhoso numa das barraquinhas que foi a minha salvação em todos os dias que fui.

Confesso que o que mais me tentou mesmo foram os palcos onde o pessoal jogava Just Dance 2018 e 2019, sempre curti bastante, apesar de não ser nenhuma dançarina profissional, haha. Me faltou coragem para arriscar de subir no palco e pagar mico na frente de um monte de gente, mesmo que eu não ligasse tanto, afinal é só pra se divertir mesmo, mas quem sabe no próximo evento. Mesmo assim eu prestei atenção nas músicas e curti várias, já estou decidida a comprar o jogo sim para dançar aqui em casa.


Enfim, foi uma experiência nova e muito incrível para mim. Eu sabia que games sempre teve um público estrondoso, mas ver isso com meus próprios olhos, estar lá para ver e sentir a empolgação das pessoas em conhecer jogos novos, foi surreal e inesquecível. Quero muito repetir essa experiência e quem sabe conhecer algo que eu me identifique também.

Espero que tenham gostado e se animado para ir também na próxima BGS 2019!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita!
Se deixar seu blog/site junto com seu comentário, terei o maior prazer em retribuir a visita. ^^

Theme Base por Erica Pires © 2013 | Livro de Memórias, por Renata Carvalho | Blog no ar desde 03.05.2013 | Versão 2.2 no ar desde 01.01.2014 | Topo