The Sims 1 - O início de uma série maravilhosa

18.1.21 Renata Carvalho 2 Comments


Gênero: Casual, Simulação | Desenvolvedor: Maxis | Distribuidor: Eletronic Arts | Lançamento: 2000 | Jogadores: 1 | Disponível em português: Sim | Classificação indicativa: 12 anos | Onde encontrar: Mercado Livre
__________

A série de jogos The Sims dispensa apresentações. É uma das mais famosas e aclamadas pelos fãs desde o seu lançamento no ano de 2000, tendo já vendido mais de 150 milhões de cópias em todo o mundo. Trata-se de um spin-off da série SimCity (que eu também joguei). Eu própria sou uma grande fã, tendo jogado desde o primeiro jogo da série lançado, e é dele especificamente que vou falar nesse post.

Mas antes um resumo rápido: Para jogar The Sims, o jogador cria pessoas virtuais chamadas “Sims” e pode controlar toda a sua vida, administrando suas necessidades, humores e desejos. Também é possível criar suas casas e lotes comunitários, montando assim o mundo em que o seu Sim irá viver.



Uma prima minha comprou o CD-Rom do The Sims 1 nos anos 2000, e mais alguns pacotes de expansão. Foi através dela que eu conheci esse jogo e pedi emprestado para instalar no meu computador também, e a partir daí passei muitas horas felizes jogando quando eu tinha dez anos, era muito viciante.

O The Sims 1 possui sete Pacotes de Expansão lançados entre 2000 e 2003, sendo eles:

• Gozando a Vida
• Fazendo a Festa
• Encontro Marcado
• Em Férias
• O Bicho vai Pegar
• Superstar
• Num Passe de Mágica

Há apenas três estágios de vida: recém-nascido, criança e adulto. Não existe final de semana, de modo que os Sims precisam ir para o trabalho ou para a escola todos os dias. Não há muitas opções de customização dos Sims, podendo apenas escolher seu sexo, idade, cor de pele, cabeça, o corpo inteiro como um todo, e o signo que determinaria a personalidade dele.

Era sempre achei muito divertido e maravilhoso jogar porque o The Sims 1 possui a melhor trilha sonora, que você viajava enquanto estava construindo e mobiliando sua casa, tinha ladrão que invadia sua casa, bombeiros que apareciam quando algo pegava fogo, trotes pelo telefone, os Sims que decidiam ter um bebê após se beijarem várias vezes seguidas (e do nada aparecia um berço), os Sims que surtavam quando você acordava eles cedo, hahaha.



Eu gostava muito de jogar criando a minha própria família e colocando eles pra viver na maior e mais cara casa da vizinha, decorando-a a meu gosto depois. Também curtia mandar os Sims explorarem os pacotes de expansão para passear e viajar (Encontro Marcado e Em Férias), ou então fazê-los ficar famosos (Superstars) ou mágicos (Num Passe de Mágica). Claro que tudo isso com a ajuda do “klapaucius” (!;!;!;), hahaha. Entendedores entenderão!

Ou então também gostava de jogar com as famílias que o próprio jogo disponibilizava, eu lia as histórias deles e dava continuidade a essas histórias.

Há algumas famílias que já são consagradas da série The Sims, sendo uma delas aquela que aparece em (quase) todos os jogos da série e talvez até a mais importante: a Família Caixão, formada por Vladmir, sua esposa Laura, e sua filha criança Cassandra.



Enfim, o primeiro The Sims fez total parte do final da minha infância e boa parte da minha adolescência. Se me deixassem, eu passava o dia inteiro jogando, de tanto que eu amava. Nessa época a minha prima não tinha comprado todos os pacotes de expansão, porém muitos anos mais tarde, depois de adulta, eu cheguei a jogar o The Sims Coleção Completa e daí sim pude conhecer bem e viver essa nostalgia.

♦ Me adicione na Steam



Gênero: Casual, Simulação | Desenvolvedor: Maxis | Distribuidor: Eletronic Arts | Lançamento: 2000 | Jogadores: 1 | Disponível em portu...

2 comentários:

  1. Que nostalgia! Eu adoro jogar The Sims, mas o 1º sempre vai ter um lugar especial no meu coração. Era tão divertido e dava pra passar umas boas horas jogando (tipo, o dia inteiro haha)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa eu passava facilmente o dia inteiro jogando quando era adolescente haha amo demais até hoje! <3

      Beijos!

      Excluir