The Sims 4 - O meu maior vício e favorito do momento

27.9.21 Renata Carvalho 2 Comments



Gênero: Casual, Simulação | Desenvolvedor: Maxis | Distribuidor: Eletronic Arts | Lançamento: 2014 | Jogadores: 1 | Disponível em português: Sim | Classificação indicativa: 12 anos | Onde encontrar: Origin, Steam, PlayStation 4, Xbox One

__________

Quando o The Sims 4 lançou em 2014 e todo mundo só falava sobre isso, na época eu tinha acabado de adquirir o The Sims 2 completo e de graça na Origin, como falei nesse post AQUI, então era o que eu estava jogando viciada no momento. Foi só no ano seguinte, em novembro de 2015, quando começou a Black Friday, que eu vi que o The Sims 4 tinha entrado em promoção também na Origin, de R$ 100 por apenas R$ 25, então corri pra aproveitar e comprar.

A partir daí me acabei de jogar o The Sims 4 como se não houvesse o amanhã. Era tudo muito lindo, muito novo, funcional, cheio de possibilidades que eu não conhecia até então. Eu amava demais jogar com todas as famílias disponíveis no jogo, dar continuidade às histórias dela. Foi desse jeito que hoje (até o momento da publicação desse post) eu acumulei 1.600 horas jogadas! Acho que foi o meu recorde pessoal.




O The Sims 4 possui 11 Pacotes de Expansão, lançados entre 2015 e até o momento presente:

• Ao Trabalho
• Junte-se à Galera
• Vida na Cidade
• Gatos e Cães
• Estações
• Rumo à Fama
• Ilhas Tropicais
• Vida Universitária
• Vida Sustentável
• Diversão na Neve
• Vida Campestre

Também possui 10 Pacotes de Jogo (que é novidade na série), lançados entre 2015 e até o momento presente:

• Retiro ao Ar Livre
• Dia de Spa
• Escapada Gourmet
• Vampiros
• Vida em Família
• Aventuras na Selva
• StrangerVille
• Reino da Magia
• Star Wars: Jornada para Batuu
• Decoração dos Sonhos




Possui também 18 Coleções de Objetos, lançados entre 2015 e até o momento presente:

• Festa Luxuosa
• Terraço Perfeito
• Cozinha Maneira
• Assombroso
• Noite de Cinema
• Jardim Romântico
• Quarto das Crianças
• Diversão no Quintal
• Glamour Vintage
• Noite de Boliche
• Fitness
• Bebês
• Dia de Lavar as Roupas
• Meu Primeiro Bichinho
• Moschino
• Vida Compacta
• Truques de Tricô
• Sobrenatural

E por fim, possui também outra novidade, a dos Kits, que lançou agora em 2021:

• Moda Retrô
• Cozinha Campestre
• Faxina Fantástica
• Oásis no Quintal
• Loft Industrial

Obs: Todos esses lançamentos são de até o momento da publicação desse post.




Agora no The Sims 4, o Criar um Sim tornou-se mais intuitivo e flexível, com diversas possibilidades de modificação usando a mecânica “clicar-e-arrastar” a fim de mexer até mesmo em detalhes mínimos. Outra novidade é a personalização de gêneros, no qual todos os tipos de cabelos e roupas estão disponíveis para uso de ambos os sexos e para todas as idades. Também tem ainda mais Emoções para escolher que irá refletir nas ações do Sim, nos seus modificadores de humor, tornando-o único e mais realista.

A Galeria é uma função dentro do jogo por onde é possível compartilhar suas próprias criações de Sims, famílias inteiras e até mesmo construções com toda a comunidade de forma online, e também ter acesso à outras criações de outras pessoas para baixar e ter no próprio jogo.

No Modo Construção, ele adiciona algo inédito que são os cômodos que podem ser construídos e alterados de forma independente do resto da casa. Os cômodos e até mesmo a casa inteira podem ser levantados do chão e movidos no lote para serem posicionados aonde o jogador preferir. As paredes também passaram a ter três tamanhos diferentes: pequeno, médio e grande.




O jogo base vem com três mundos: Willow Creek (uma região verdejante), Oasis Springs (deserto), e Newcrest (um mundo totalmente vago com quinze lotes vazios para o jogador cria-los).

O The Sims 4 é o único que não segue a linha do tempo dos jogos anteriores, mas sim uma linha do tempo nova e alternativa, no qual vários Sims anteriores reaparecem e convivem juntos. Algumas das famílias mais memoráveis retornam, sendo elas:

• A Família Caixão é formada por Vladmir, sua esposa Laura, sua filha adolescente Cassandra e seu filho criança Alexandre. Eles continuam sendo uma família aristocrática e rica, com uma áurea meio sombria. Moram em Willow Creek.

• A Família Caliente é formada por Katrina, suas duas filhas jovem-adultas Dina e Nina, e seu namorado sedutor Don Lotário. Com três mulheres atraentes em casa, fica a dúvida se Don vai se manter fiel ou vai se envolver com mais de uma Caliente. Eles moram em Oasis Springs.

• A Família Quero-Tudo-Que-É-Seu é formada por Nanci, seu marido Godofredo, e seu filho adolescente Malcolm. Nanci é esnobe e ambiciosa, quer ser rica e trabalha como criminosa, sendo um exemplo para seu filho Malcolm que também é esnobe e quer ser maligno e visto como inimigo público. Godofredo se destoa deles, sendo bondoso. Eles moram em Oasis Springs.




Com os Pacotes de Expansão e Pacotes de Jogo, mais mundos podem ser incluídos no jogo, como Granite Falls (Retiro ao Ar Livre), Magnolia Promenade (Ao Trabalho), Winderburg (Junte-se à Galera), San Myshuno (Vida na Cidade), Forgotten Hollow (Vampiros), Brindleton Bay (Gatos e Cães), Selvadorada (Aventuras na Selva), Del Sol Valley (Rumo à Fama), StrangerVille (StrangerVille), Sulani (Ilhas Tropicais), Glimmerbrook (Reino da Magia), Britechester (Vida Universitária), Evergreen Harbor (Vida Sustentável), Batuu (Jornada para Batuu), Monte Komerobi (Diversão na Neve), e Avelândia do Norte (Vida Campestre).

Cada um desses novos mundos trazem uma infinidade de novas famílias criadas para o The Sims 4, novas histórias e novas possibilidades. Aqueles pacotes que eu tive a oportunidade de adquirir e jogar, eu curti demais porque algumas famílias são mais tranquilas, já outras são mais agitadas e querem coisas difíceis e/ou proibidas, então é sempre um desafio muito divertido tentar dar a eles o que querem.




Enfim, eu gosto demais do The Sims 4 e sou capaz de jogar por horas e horas seguidas sem enjoar, mas entendo perfeitamente quem fala que cansa rápido dele porque não tem muitos desafios, comparado aos antecessores. Tudo ficou mais simples e fácil. Mais fácil dos Sims subirem na carreira e enriquecerem, dificilmente as coisas saem do controle e vira um caos, não tem mais ladrões para assaltar e nos dar bons sustos, dentre várias outras coisas. Faltaram muitos detalhes, coisas simples e bobas mesmos, que eram divertidas e faziam toda a diferença na jogabilidade.

Mas ainda assim é jogo é super válido. É inegável que ele seja o mais lindo da série inteira até agora, não só os próprios Sims, mas também as vizinhanças e os mundos. E o Modo Construção dele é o melhor de todos, com diversas possibilidades de customização que não tínhamos até então. Continuo jogando e adorando ele até hoje e vai ser assim por um longo tempo ainda.


Veja as resenhas dos outros jogos da série The Sims:
The Sims 1The Sims 2The Sims 3The Sims 4


♦ Me adicione na Steam


P.S.: Quando as atualizações do The Sims 4 enfim encerrarem, eu volto para atualizar esse post com as coisas novas que saíram depois da publicação desse post.


Gênero: Casual, Simulação | Desenvolvedor: Maxis | Distribuidor: Eletronic Arts | Lançamento: 2014 | Jogadores: 1 | Disponível em portu...

2 comentários:

Obrigada pela visita! Não esqueça de deixar seu blog quando comentar para eu retribuir ♥

A modernidade dos móveis industriais

20.9.21 Renata Carvalho 2 Comments


Já falei aqui no blog sobre um estilo que gosto muito de seguir para a decoração de um ambiente, que é o minimalismo, nesse post aqui: Se inspire no minimalismo para a decoração. Porém outro estilo que também costuma chamar muito a minha atenção de tão impactante e moderno, é o industrial.

O estilo industrial surgiu na década de 70, quando as pessoas começaram a transformar antigos galpões abandonados em seus lares. Esse tipo de conceito é conhecido por seus tijolos e cimento aparente, tubulações, madeira e metal envelhecido. Ambientes integrados também fazem parte, por se tratar de grandes galpões.

Essa é uma decoração que está muito em alta hoje em dia e que é possível trazer para a nossa casa principalmente através de móveis que seguem esse estilo. Por conta disso, separei alguns exemplos da Atelier Clássico que são perfeitos para compor o ambiente, além de algumas inspirações:

__________



A mesa com uma junção de cadeiras e banco todos de madeira maciça e ferro compõe o ambiente de uma sala de jantar no estilo industrial, além de ser grande o bastante para receber muitas pessoas. Já a estante de ferro com vários nichos de madeira torna o ambiente do escritório muito agradável e confortável, com decorações simples que apenas complementam.

Alguns móveis desse estilo são o Aparador Industrial com um design contemporâneo e capaz de levar harmonia aos ambientes. Temos também a Mesa Lateral Gap que, além de ser essencial no dia a dia, também traz beleza e personalidade a qualquer ambiente. Já o Banco Industrial Botonê torna o ambiente mais interessante com seu design industrial e ao mesmo tempo elegante.

__________



Os tijolos aparentes ou cimento queimado são elementos fortes numa decoração industrial, não apenas nas paredes, mas também no chão e até mesmo no teto. Elementos com ferro, madeira e encanamento visível complementam a atmosfera de algo mais rústico da cidade e ainda continuar agradável, sem pesar no ambiente.

Mais exemplos de móveis nesse estilo e que eu adorei são a Mesa de Centro com Revisteiro que chama a atenção por ser versátil, prática e trazer muita beleza ao ambiente. A Poltrona Laço Aço Carbono traz um estofado extremamente confortável e único, além de trazer muita personalidade e uma grande variedade de cores para o acabamento. Por fim, a Mesa Lateral Industrial tem um design contemporâneo e que traz harmonia e praticidade a qualquer tipo de ambiente que ela esteja inserida.

__________

Esses foram só alguns poucos exemplos que selecionei, mas o catálogo de móveis e decoração da Atelier Clássico é gigantesco e muito variado, para todos os tipos de gosto. É muito fácil e intuitivo navegar por móveis, ambientes, material, estilo ou marcas, o que já facilita muito a vida. Vale a pena conhecer!






* Publicidade | * Fotos do site e do Instagram da Atelier Clássico

Já falei aqui no blog sobre um estilo que gosto muito de seguir para a decoração de um ambiente, que é o minimalismo , nesse post aqui: Se i...

2 comentários:

Obrigada pela visita! Não esqueça de deixar seu blog quando comentar para eu retribuir ♥

Série: The Big Bang Theory

13.9.21 Renata Carvalho 8 Comments



Gênero: Comédia | Duração: 18-22 minutos | Criação: Chuck Lorre, Bill Prady | Baseado em: – | País de Origem: Estados Unidos | Classificação indicativa: 12 anos | Emissora: CBS | Ano: 2007-2019 | Temporadas: 12 | Episódios: 279 | Status: Finalizado

__________

Resumo:


Leonard e Sheldon são físicos brilhantes que entendem como o universo funciona. Mas nada dessa inteligência os ajuda a interagir com as pessoas. Tudo isso muda quando uma bela jovem chamada Penny se muda para o apartamento ao lado. Sheldon contenta-se em passar as noites jogando com os amigos socialmente disfuncionais deles, os cientistas Howard e Raj. Mas Leonard vê em Penny todo um universo de possibilidades... incluindo o amor.

__________



Resenha:


The Big Bang Theory é uma daquelas sitcom (comédia de situação) que eu via passando aleatoriamente na televisão e assistia como quem não quer nada, já que eram episódios curtos e engraçados, e acabei me apaixonando. Então fiz questão de assistir desde o começo todas as 12 temporadas e fiquei com aquele vazio no peito quando terminou tudo.

Foi muito engraçado acompanhar a vida de quatro amigos nerds que são gênios da física, astronomia e engenharia, além da serem fãs e entenderem tudo sobre livros, filmes e séries da cultura pop, quadrinhos e super-heróis, porém se verem perdidos e confusos, sem saber como lidar, com a nova vizinha que se muda para o apartamento ao lado. O mundo dela é tão diferente e novo para eles, quanto o deles são pra ela, mas mesmo assim dali surge uma amizade longa e sincera.




Nós acompanhamos os personagens evoluindo e redescobrindo tanto o mundo quanto a si mesmos, além de situações engraçadas que passam por não conhecerem ou entenderem algo. O próprio Sheldon é o mais engraçado que nos presenteou com seu famoso bordão “Bazinga!” nas primeiras temporadas. Ele se acha o mais inteligente dos amigos, pregando peças que para ele são as mais engraçadas do mundo, e a gente acaba rindo não só das piadas, mas também do próprio Sheldon que é muito hilário.

Ao longo das temporadas, mais personagens foram adicionados como a Bernadete, a Amy e o Stuart, que ganharam bastante destaque. E várias celebridades fizeram participação especial na série como Bill Gates, Leonard Nimoy (intérprete do Spock, de Jornada nas Estrelas), Mark Hamill (intérprete de Luke Skywalker, de Star Wars), Christopher Lloyd (intérprete do Dr. Emmett Brown, de De Volta Para o Futuro), Sean Astin (intérprete do Sam, em O Senhor dos Anéis), Stan Lee, Stephen Hawking, dentre vários outros.




E uma curiosidade é que um professor de física e astronomia da Universidade da Califórnia, David Saltzberg, era quem costumava revisar os roteiros e fornecer diálogos, equações matemáticas e digramas para serem usados na série.

Enfim, para quem curte comédia com episódios curtos e é fã da cultura pop, The Big Bang Theory é um prato cheio. Ela se mantém incrível do começo ao fim, trazendo várias referências e homenagens. Foi muito bom enquanto durou e já faz parte das minhas séries favoritas.


Resenhas que já tinham sido feitas aqui no blog dessa série:


Gênero: Comédia | Duração: 18-22 minutos | Criação: Chuck Lorre, Bill Prady | Baseado em: – | País de Origem: Estados Unidos | Classifi...

8 comentários:

Obrigada pela visita! Não esqueça de deixar seu blog quando comentar para eu retribuir ♥

A Esperança – Suzanne Collins

6.9.21 Renata Carvalho 6 Comments

Trilogia: Jogos Vorazes #3

Título original: Mockingjay
Autor: Suzanne Collins
Editora: Rocco
Gênero: Ação, Aventura, Distopia, Ficção, Romance
Ano: 2011
Páginas: 424
Lido em: Setembro de 2012
Nota: 5 Estrelas | Favorito 

Sinopse: Depois de sobreviver duas vezes à crueldade de uma arena projetada para destruí-la, Katniss acreditava que não precisaria mais lutar. Mas as regras do jogo mudaram: com a chegada dos rebeldes do lendário Distrito 13, enfim é possível organizar uma resistência. Começou a revolução. A coragem de Katniss nos jogos fez nascer a esperança em um país disposto a fazer de tudo para se livrar da opressão. E agora, contra a própria vontade, ela precisa assumir seu lugar como símbolo da causa rebelde. Ela precisa virar o Tordo. O sucesso da revolução dependerá de Katniss aceitar ou não essa responsabilidade. Será que vale a pena colocar sua família em risco novamente? Será que as vidas de Peeta e Gale serão os tributos exigidos nessa nova guerra?

__________



A Esperança é o terceiro livro da trilogia, escrito por Suzanne Collins.

A nação de Panen está oficialmente em guerra civil. Vários rebeldes de todos os distritos estão se levantando contra a Capital, que tem revidado com muita violência, tortura e morte. Katniss foi resgatada pelos rebeldes e levada ao Distrito 13 (que havia sobrevivido ao bombardeio e estava escondido). Ele é governado pela presidente Alma Coin, que trabalha com os rebeldes para derrubar a Capital e quer que Katniss assuma seu papel como o Tordo para incentivar as pessoas a fazerem o mesmo e se libertarem do regime totalitário.

Apesar de ter consigo sua mãe, sua irmã Prim (ambas se tornaram médicas) e Gale, Katniss não consegue assumir seu papel como o Tordo porque ela está preocupada com Peeta que foi sequestrado pela Capital. Ele aparece na televisão pedindo para os levantes pararem (obrigado pelo Presidente Snow), e Katniss vê o quanto ele está sofrendo. Para não perder o símbolo da revolução, a Presidente Coin organiza um grupo para resgatar Peeta. Eles são bem sucedidos no resgate, porém Peeta sofreu uma lavagem cerebral e acredita que Katniss é a verdadeira inimiga, tentando matá-la. Diante dessa situação, Katniss se empenha mais do que nunca para fazer o Presidente Snow pagar pelo que fez a Peeta.

A partir daí, Katniss se reúne com outros rebeldes (Gale e Finnick inclusos) e saem pelos distritos para tentar tomar a Capital. Eles vão tanto precisar tomar cuidado com guardas que estão prontos para conter qualquer levante da população, quanto contar com a ajuda de vários partidários da revolução. E apesar de se concentrar o tempo todo na morte do Presidente Snow que colocará um fim nisso tudo, Katniss deve saber que nem todos ao seu lado querem o mesmo que ela.


A conclusão épica! Eu sempre tive receio de as conclusões não estarem à altura de alguma saga que vinha sendo muito boa, mas para meu alívio, A Esperança conseguiu fechar com chave de ouro essa trilogia de forma espetacular.

O livro é muito intenso, você se pega prendendo a respiração com os acontecimentos e bola inúmeras teorias do que vai acontecer, só pra errar todas e ficar feliz com isso, afinal somos surpreendidos o tempo inteiro com as reviravoltas. Muitas dúvidas são respondidas e tem muitas resoluções de coisas inacabadas.

A minha ÚNICA ressalva é com uma coisa que acontece no final do livro que deu a impressão de toda a jornada e todo o esforço da Katniss até aqui não ter servido pra nada, afinal acontece justamente o que ela queria evitar. Mas enfim, a trilogia inteira foi tão incrível que esse detalhe não chega a incomodar de fato e sou capaz de recomendar sem pensar duas vezes. Foi com certeza uma das melhores histórias que já li na vida!



The Hunger Games
1. The Hunger Games (2008) — Jogos Vorazes
2. Catching Fire (2009) — Em Chamas
3. Mockingjay (2010) — A Esperança



Trilogia: Jogos Vorazes #3 Título original: Mockingjay Autor: Suzanne Collins Editora: Rocco Gênero: Ação, Aventura, Distopia, Ficção, ...

6 comentários:

Obrigada pela visita! Não esqueça de deixar seu blog quando comentar para eu retribuir ♥